Página inicial / notícias / leis e direitos / governo do rio de janeiro

Notícias

Publicado em 13/07/2016

Em visita à Região dos Lagos, Rio Sem Homofobia e CELGBT acompanham investigações de crimes ocorridos na região

Na semana passada, uma equipe do Programa Estadual Rio Sem Homofobia esteve em Cabo Frio e Arraial do Cabo para acompanhar as investigações de crimes com possíveis motivações homofóbicas que ocorreram na Região dos Lagos.

O coordenador do programa, Cláudio Nascimento, e a assessora do Conselho dos Direitos da População LGBT do Estado do Rio de Janeiro (CELGBT), Dayana Gusmão, estiveram acompanhados de outros membros do CELGBT e representantes da sociedade civil local, entre eles Esther Silveira, do Grupo Arraial Free, Victor Jotha, do grupo Aldeia Diversidade e Rodolfo Campbell, do Grupo Iguais de Cabo Frio.

Em Arraial do Cabo, o grupo visitou Maria Nela Elizabeth Pereira, mulher lésbica, natural da Argentina, que foi esfaqueada a cerca de duas semanas. Além disso, o grupo esteve na delegacia da cidade. A delegada responsável informou que tomou todas as providências para o caso, que deve ter uma solução nos próximos dias.

De lá, o grupo foi á Cabo Frio, tratar do caso de dois casos de assassinatos: o professor Nivaldo Marques, ocorrido em abril, e do cabelereiro Rodrigo de Campos Santos, que aconteceu em 2013. O caso de Nivaldo ainda está sendo investigado. Cerca de 10 testemunhas já foram ouvidas e mais pessoas devem prestar depoimento. Já a respeito do caso do Rodrigo Santos, a polícia já possui alguns suspeitos para o crime e nesse momento faz uma análise telefônica. As investigações seguem sob sigilo de justiça.

“Fiquei satisfeito com esses encontros, pois no meio de tanta violência é fundamental que os órgãos funcionem e a justiça seja estabelecida, para que e a impunidade não se torne algo comum. Dessa forma, conseguimos reparar pelo menos um pouco dos danos causados à essas pessoas”, comentou o coordenador Cláudio Nascimento.