Notice (8): session_start() [function.session-start]: ps_files_cleanup_dir: opendir(/tmp) failed: Permission denied (13) [CORE/cake/libs/cake_session.php, line 587]
Warning (2): Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/riosemhomofobia/www/cake/libs/debugger.php:673) [CORE/cake/libs/cake_session.php, line 588]
Portal do Governo do Estado do Rio de Janeiro
Página inicial / notícias / leis e direitos / governo do rio de janeiro

Notícias

Publicado em 07/12/2015

Rio de Janeiro bate recorde e realiza maior cerimônia coletiva de casamento homoafetivo do mundo

Evento reuniu 185 casais de todo o estado na Tijuca, Zona Norte da cidade

Rio de Janeiro, 07 de dezembro – No último domingo (6), 185 casais homoafetivos de todo o estado selaram sua união na maior cerimônia de casamento coletivo entre pessoas do mesmo sexo do mundo. O evento, realizado no Tijuca Tênis Clube, Zona Norte do Rio de Janeiro, é uma realização do Programa Estadual Rio Sem Homofobia, coordenado pela Superintendência de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos, da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, em parceria com a Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude, o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, a Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro e a Associação de Registradores de Pessoas Naturais do Estado do Rio de Janeiro.

A emoção tomou conta dos cônjuges durante toda a cerimônia. Entre os participantes, pessoas de todas as idades, casais que estavam juntos há muito anos ou que tinham uma relação mais recente. Em comum, o desejo de oficializar a união, ter o reconhecimento da sociedade e os direitos assegurados com o casamento. Além dos casais, amigos e familiares, entre eles pais, mães, filhos e netos, acompanharam o evento, fazendo com que a tarde de domingo fosse ainda mais emocionante e familiar.

As juízas Raquel de Oliveira e Florentina Ferreira foram as celebrantes do casamento. A presidente da Arpen-RJ, Patricia Milhomem, e a representante do Núcleo de Defesa da Diversidade Sexual e Direitos, da Defensoria Pública do Estado, Carla Beatriz, também prestigiaram o evento. A cantora Jane Di Castro animou e emocionou todos os casais, interpretando clássicos como “Emoções” e uma versão de “I Will Survive”. Jane também interpretou o Hino Nacional.

Maria das Dores Moreira e Marcelene Oliveira comemoravam a possibilidade de oficializar a união, depois de celebrar o casamento religioso. “O dia de hoje para a gente é muito importante. Já tínhamos feito a união na nossa religião há quatro anos e hoje estamos selando de novo o nosso amor. Agora, perante a sociedade o nosso casamento será válido mesmo. A gente está muito feliz”.

O superintendente Cláudio Nascimento, coordenador do Rio Sem Homofobia, destacou que o evento é um marco histórico na luta por direitos: “todos vocês que estão aqui são guerreiros do amor! Vocês estão ajudando a escrever a história do Brasil. Vocês estão dizendo ao Brasil: sim, somos uma família! E nenhum estatuto vai dizer o contrário. Esse casamento demonstra o reconhecimento do estado do Rio de Janeiro à diversidade sexual. Viva a família homoafetiva!”.

“É lindo demais ver que o amor se sobrepôs a todo tipo de preconceito. Estou muito feliz e agradecida por poder estar aqui”, celebrou a subsecretária de Assistência Social e Descentralização da Gestão, Neuma Azeredo. Para o subsecretário executivo, Marcos Wolf, eventos como esse são de extrema importância para o combate à discriminação: “que essa cerimônia seja alardeada por todos os cantos. Esperamos que a cada ano o evento cresça mais. O melhor caminho pra combater a discriminação é o amor e a união”.

O secretário de Esporte, Lazer e Juventude, Marco Antônio Cabral, disse estar feliz por poder participar do evento e destacou a importância desse dia: “nós da Secretaria ficamos muito felizes em poder ajudar a realizar essa cerimônia. Essa é a melhor forma de combater o preconceito. Desde 2007, quando o Governo do Estado criou o Rio Sem Homofobia, o nosso estado tem se destacado na luta contra a homofobia”.

A secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Teresa Cosentino, inovou no seu discurso. No lugar das palavras, Teresa convocou um grande beijaço entre os presentes. “O amor é a melhor forma de combater o preconceito. Estou muito feliz por presenciar esse momento. Parabéns para todos e todas”, finalizou a secretária.

Informações para imprensa

Márcia Vilella | Felipe Martins 

ASCOM SuperDir | SEASDH  - Target Assessoria de Comunicação

(21) 2284-2475 | 98158-9692 | 98097-5558