Página inicial / notícias / leis e direitos / governo do rio de janeiro

Notícias

Publicado em 05/03/2015

Rio Sem Homofobia acompanha caso de jovem trans encaminhada para centro de ressocialização feminino

O Programa Estadual Rio Sem Homofobia está acompanhando o caso da adolescente transexual que, após ser apreendida pela polícia do Rio por cometer um delito, foi encaminhada para um centro de ressocialização para mulheres. A jovem cumprirá medida socioeducativa e, juntamente com a equipe do Degase (Departamento Geral de Ações Socioeducativas), o Programa Rio Sem Homofobia está prestando atendimento a adolescente através da equipe do Centro de Cidadania LGBT da Capital, composta por psicólogos, assistentes sociais e advogados. 

O coordenador do Programa Rio Sem Homofobia e superintendente de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos da SEASDH, Cláudio Nascimento, conversou com o Diretor Geral do Degase, Alexandre Azevedo de Jesus e, além do acompanhamento por parte do Programa, também está prevista a realização de uma capacitação com os funcionários da instituição. A iniciativa, semelhante às experiências já realizadas com as secretarias de Segurança Pública (polícias civil e militar) e Educação, contribuirá para um atendimento mais qualificado e respeitoso para lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais. "Acho esta questão muito importante, pois foram reconhecidas as especificidades do caso. A integridade  física e a identidade de gênero da jovem foram garantidas, além de seus direitos enquanto adolescente", ressalta Cláudio Nascimento.