Página inicial / notícias / leis e direitos / governo do rio de janeiro

Notícias

Publicado em 03/03/2015

Conselho Estadual dos Direitos da População LGBT do Rio de Janeiro debateu questões sobre a saúde pública

Na última quarta-feira (24), o Conselho Estadual dos Direitos da População LGBT do Rio de Janeiro (CELGBT) realizou sua segunda assembleia do ano. A reunião ocorreu na sede da Superintendência de Direitos Individuais Coletivos e Difusos, da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos (SuperDir/SEASDH), no prédio da Central do Brasil. Na sessão, os membros do conselho discutiram os próximos desafios e ações que devem pautar e mobilizar a população LGBT. 

Durante a conversa, o principal tema debatido foi a morosidade para o processo transexualizador realizado pela rede pública de saúde. Foram discutidas propostas e medidas que podem agilizar esses trâmites. O grupo definiu que será realizada uma reunião com lideranças de movimentos trans para que sejam levantados os principais entraves e dificuldades enfrentados e, após, formalizar junto à (quem?) um documento contendo as reivindicações e o pedido de providências.  

O vice-presidente do Conselho, Cláudio Nascimento, que é superintendente e coordenador do Programa Rio Sem Homofobia, reforçou aos conselheiros a importância de que esse encontro aconteça o mais rápido possível: “as melhorias não acontecerão do dia para a noite, é um processo lento e, por isso, quanto mais cedo nos reunirmos, mais cedo conseguiremos resolver os problemas relacionados ao processo transexualizador e demais formas de assistência às pessoas trans em nosso estado”, afirmou Nascimento. O presidente do Conselho, Júlio Moreira, falou da importância desta ação e também reforçou que é preciso se fazer presente nas agendas de visibilidade trans. 

Outro ponto levantado durante o encontro dos membros do Conselho foram as Conferências LGBTs. Foi informado que, neste ano, a realização das Conferências Nacionais Conjuntas dos Direitos Humanos será em dezembro em âmbito nacional, em setembro as regionais e em junho as estaduais.