Página inicial / notícias / leis e direitos / governo do rio de janeiro

Notícias

Publicado em 09/02/2015

Reunião com a Polícia Militar alinha trabalho preventivo e diferenciado para o público LGBT no Carnaval

 Proposta é dar continuidade ao projeto "Carnaval com direitos" que estrutura planejamento das polícias civil e militar com mapeamento do Programa Rio Sem Homofobia 

Na última sexta-feira (06) o coordenador do Programa Rio Sem Homofobia e superintendente de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos da SEASDH, Cláudio Nascimento, e a coordenadora geral de Ações Institucionais e Comunitárias da Superintendência de Prevenção da Subsecretaria de Educação, Valorização e Prevenção (SSEVP) da Secretaria de Estado de Segurança, Tatiana Curi, foram recebidos pelo chefe do Gabinete do Comando-Geral, coronel Íbis Silva Pereira, e pelo Tenente Coronel Rocha, chefe da sessão de planejamento e operações da PM, na sede do Quartel-General. 

O encontro tratou sobre o alinhamento para o policiamento preventivo e diferenciado para a população LGBT no carnaval.  A equipe técnica do Programa Rio Sem Homofobia apresentou para os policiais militares o calendário de eventos com maior concentração de público LGBT previstos  para o carnaval  e também foram mapeados os municípios que devem receber mais atenção. A proposta é que a polícia possa estruturar seu planejamento a partir do plano apresentado, a fim de repetir as ações já realizadas nos anos anteriores.  

Cláudio Nascimento ressaltou a importância da parceria com a Polícia Militar e explicou que o policiamento preventivo integra o projeto “Carnaval com Direitos” que há sete anos vem sendo executado pelo estado: "a partir da parceria com a Secretaria de Segurança e as Polícias Civil e Militar do Estado do Rio de Janeiro, o Programa Rio Sem homofobia, da área de direitos humanos para, justamente, construir uma estratégia de policiamento no carnaval LGBT do estado e também construir uma força tarefa para atendimento aos casos de violência que ocorrem nesse período. O projeto é desenvolvido a partir de três eixos de atuação: o policiamento preventivo e especializado; campanha e ação educativa e plantão dos serviços do Programa Rio Sem Homofobia". 

"Estaremos engajados no que se refere a este olhar diferenciado para a participação do público LGBT em cada canto do nosso estado, assim como esperamos que todas as pessoas que vão brincar o carnaval tenham a garantia dessa alegria e segurança", destacou o Tenente Coronel Rocha.  

Para o Coronel Ibis esta é uma ação importante para a política de segurança do estado: "democracia não combina com intolerância e desigualdade. Se quisermos construir uma sociedade livre, justa e solidária, como a constituição pretende que sejamos um dia, temos que caminhar muito e essa é uma luta de cada um de nós enquanto cidadãos. Eu penso que esse movimento faz parte dessa luta. E isso também é uma tarefa da nossa instituição. A polícia existe para garantir a dignidade humana. É um principio do estado democrático de direito, a gente existe pra isso, para garantir a dignidade da pessoa humana".

 

Informações para a imprensa

ASCOM / SuperDir – Programa Estadual Rio Sem Homofobia

Tels: 21 2284 2475 / 9 8158 9715

Márcia Vilella | Natália Vitória | Letícia Reitberger – Target Assessoria de Comunicação