Página inicial / notícias / leis e direitos / governo do rio de janeiro

Notícias

Publicado em 27/01/2015

Rio Sem Homofobia acompanha o caso da morte da passista da Beija-Flor

O coordenador do Programa Rio Sem Homofobia e superintendente de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos da SEASDH, Cláudio Nascimento, e o coordenador do Centro de Cidadania LGBT - Baixada I, Ernane Alexandre, estiveram na tarde desta terça-feira (27)  em Belford Roxo reunidos com o Diretor da Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), Wellington Vieira, para tratar do caso da travesti Piu, passista da Beija-Flor, torturada e assassinada na última quinta-feira.

O delegado Fábio Salvadoretti, da DHBF e responsável pela investigação do crime também participou da reunião. No encontro foi informado que já existe uma linha de investigação para o caso e uma equipe está apurando o homicídio. Os familiares também serão chamados para prestar depoimento.

Quem obtiver informações sobre o caso pode entrar em contato com o Disque Cidadania LGBT 0800 0234567.  A identidade será preservada e a colaboração de todas as pessoas é fundamental. A equipe do Centro de Cidadania LGBT da Baixada também prestará apoio jurídico e psicossocial à família da vítima.

Na ocasião Claudio Nascimento também conversou com os delegados sobre o caso das jovens trans Nycole e Nikelly, residentes da Baixada Fluminense, assassinadas em dezembro, e também sobre o homicídio de Jairo José Correa, morador de Magé, ocorrido em junho de 2014. O assassinato das jovens segue sendo investigado e o caso do Jairo foi solucionado com a apreensão dos criminosos em dezembro.