Página inicial / notícias / leis e direitos / governo do rio de janeiro

Notícias

Publicado em 04/11/2014

Secretaria do Ambiente lança 3ª Jornada Ambiente Saudável é sem Homofobia

Ascom SEA

Pensar na igualdade de direitos e o respeito à diversidade sexual na busca por um ambiente saudável. Foi com esse objetivo que a Secretaria de Estado do Ambiente (SEA) deu a largada, nesta segunda-feira (3/11), a 3ª Jornada Ambiente Saudável é sem Homofobia. A jornada visa a informar os servidores e o público-geral sobre temas que envolvem os direitos da população LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros).

O seminário realizado no auditório do Inea, no Centro do Rio, entre os dias 3/11 e 5/11, debaterá a relação entre o ambiente religioso e a diversidade sexual; e o processo migratório da população LGBT em virtude de situações de desigualdades. O secretário de Estado do Ambiente, Carlos Portinho, abriu a programação da jornada:“Temos que difundir as boas práticas de convivência no ambiente de trabalho e também fora daqui, incentivando a diversidade, sem preconceito. Devemos aprender com nossas diferenças, pois no fundo somos todos iguais. Nós temos o papel de induzir esse Ambiente sem Homofobia”.

A programação inclui a apresentação do documentário O mesmo Amor, dirigido por Paulo Valente, Lígia Domit, Luiza Judice e Mariane Galacini; e do curta-metragem Através, dirigido por Amina Jorge, que tratam de temas como direitos humanos, cidadania, diversidade sexual e a luta contra a homofobia.

 O superintendente de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos (SEASDH)., Claudio Nascimento, contou que o programa Rio sem Homofobia, lançado em 2007, envolve diversas secretarias de Estado com o objetivo de combater a discriminação e a violência contra LGBTs, e promover a cidadania e o respeito às especificidades desses grupos populacionais em todo o território fluminense.

“Nosso trabalho é combater a homofobia, oferecendo ações de educação e cultura para funcionários e gestores públicos. Em seis anos ministramos cursos para cerca de 11.400 policias militares e civis, além de dialogar com gestores municipais. A agenda dos direitos LGBT deve ser pública, presente e visível em todos os órgãos   ”, disse Claudio Nascimento.

A 3ª jornada é realizada pela SEA, em parceria com a SEASDH. Fazem parte do Rio sem Homofobia os serviços de atendimento à população LGBT Disque Cidadania LGBT (0800 0234567), os Centros de Referência de Promoção da Cidadania LGBT e o Núcleo de Monitoramento de Crimes Homofóbicos.