Página inicial / notícias / leis e direitos / governo do rio de janeiro

Notícias

Publicado em 18/02/2014

Atividades da Jornada Formativa de Segurança Pública e Cidadania LGBT seguem em 2014

Objetivo da iniciativa é capacitar, até junho, 7.200 policiais civis e militares do estado do Rio de Janeiro

O projeto “Jornada Formativa de Segurança Pública e Cidadania LGBT”, uma parceria entre a Superintendência de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos, da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (SEASDH), através do Programa Estadual Rio Sem Homofobia; a Subsecretaria de Educação, Valorização e Prevenção, da Secretaria de Estado de Segurança (SESEG) e as Polícias Civil e Militar, segue com suas atividades em 2014. A primeira etapa da jornada foi em agosto do ano passado e o objetivo é que 7.200 policiais civis e militares do estado do Rio de Janeiro sejam capacitados para o atendimento adequado e respeitoso à população LGBT.

Até o momento, todos os 1.200 novos policiais civis do estado, que se formaram em dezembro na ACADEPOL, participaram do projeto e já foram realizadas 20 etapas da jornada com a polícia militar. As próximas atividades serão realizadas em Volta Redonda, Santa Cruz, Itaperuna e Petrópolis. As aulas são ministradas pelos coordenadores dos quatro Centros de Cidadania LGBT existentes no Rio de Janeiro e sua equipe técnica multidisciplinar, composta por advogados, psicólogos e assistentes sociais.

Nas aulas são expostos e explicados os conceitos de orientação sexual e identidade de gênero, um histórico da luta de gays, lésbicas, bissexuias, travestis e transexuais e o que já foi conquistado até hoje no âmbito dos direitos e da cidadania para essa população. Os coordenadores também dão orientações sobre como realizar um atendimento respeitoso e adequado à LGBTs e procuram compreender e ouvir dos participantes como é a realidade que eles encontram em relação à essa temática no seu dia a dia profissional.

O coordenador Cláudio Nascimento entende que os encontros são importantes para a troca de experiências entre o Rio Sem Homofobia e os policiais: “Além de passar orientações aos policicias civis e militares e esclarecê-los sobre alguns conceitos importantes sobre a temática LGBT, a Jornada é uma forma de trocarmos experiências com esses profissionais, possibilitando uma melhora nos dois serviços. Temos a oportunidade de compreender melhor o que acontece no dia a dia do nosso estado, através do trabalho da polícia, que deve ser a principal agente e promotora dos direitos humanos. Esperamos que, além de concluir essa iniciativa em 2014, possamos ampliar o projeto”.

Informações para imprensa

Márcia Vilella | Felipe Martins | Natália Vitória

ASCOM SuperDir | SEASDH

(21) 2284-2475 | 98158-9692 | 97965-4313