Página inicial / notícias / leis e direitos / governo do rio de janeiro

Notícias

Publicado em 07/05/2013

Programa Estadual Rio Sem Homofobia é apresentado para o cônsul geral da Bélgica

O coordenador do programa Claudio Nascimento recebeu Bernard Quintin na manhã desta terça (07)

Na manhã desta terça-feira, 07 de maio, o superintendente de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos e coordenador do Programa Estadual Rio Sem Homofobia, Claudio Nascimento, recebeu o cônsul geral da Bélgica, Bernard C. Quintin. A pedido do cônsul, durante o encontro realizado na sede da SuperDir, Claudio Nascimento explicou como funciona o Rio Sem Homofobia e falou sobre os serviços oferecidos para a população LGBT no estado do Rio de Janeiro.

Bernard recebeu o relatório de 2012 e o caderno de ações e metas de 2011-2014 do Programa. Além da troca de experiências, ambos conversaram sobre a questão do casamento civil e da união estável homoafetiva no Brasil. “Vim aqui para conhecer um pouco a situação legal no que diz respeito aos direitos da população LGBT no Rio de Janeiro e, de forma geral, no Brasil. Na Bélgica, desde 2003, o casamento gay é legalizado e, desde 2006, é permitida adoção de crianças por casais homoafetivos. Para mim, é muito interessante ver a evolução e saber quais são as perspectivas para esse tema, no país que atrai mais atenção atualmente, em decorrência dos grandes eventos. Enquanto cônsul geral, é importante que eu conheça o Rio de Janeiro além das praias e do Maracanã e que eu saiba quais são os desafios no enfrentamento à homofobia e na promoção dos direitos dos LGBTs”, relatou Bernard.

Para Claudio Nascimento a troca de experiências fortalece os serviços de atendimento: “Tem muitas ações que podem ser feitas em parceria, principalmente para aprofundar essa troca de experiência. Essa possível parceria só vem a agregar mais ainda a consolidação dos serviços já existentes e quem sabe pensar alternativas que possam melhorar a qualidade de vida da comunidade LGBT do nosso estado”.

Em abril desse ano, durante o Seminário Brasil - União Europeia de Combate à Violência Homofóbica, em Brasília, o Governo do Rio ganhou da União Europeia e da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República o Certificado de Boas Práticas em Políticas Públicas de Direitos Humanos para LGBT, como uma das cinco experiências exitosas para gays, lésbicas, travestis, transexuais e bissexuais do Brasil. A honraria foi oferecida por conta da atuação no Programa Estadual Rio Sem Homofobia, coordenado pela Superintendência de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos, da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, no enfrentamento à discriminação por orientação sexual e identidade de gênero, no estado.

 


Galeria de imagens