Página inicial / notícias / leis e direitos / governo do rio de janeiro

Notícias

Publicado em 21/03/2013

‘Projeto piloto de formação continuada sobre atuação policial junto à população LGBT’ foi inaugurado com palestra do superintendente Cláudio Nascimento

1ª etapa da capacitação contou com presença do comandante do 23° Batalhão de Polícia Militar, Luís Otávio

Na terça-feira (19), o superintendente de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos e coordenador do Programa Estadual Rio Sem Homofobia, Cláudio Nascimento, inaugurou o “Projeto piloto de formação continuada sobre atuação policial junto à população LGBT”, que capacitará o efetivo do 23° Batalhão da Polícia Militar, que é responsável pelos bairros Ipanema, São Conrado, Gávea, Jardim Botânico e Leblon, onde fica localizado. A primeira aula do projeto teve a presença do comandante do 23° Batalhão de Polícia Militar, Luís Otávio. Também estavam presentes coordenadores e equipe técnica do Rio Sem Homofobia e Tatiane Curi, coordenadora de Prevenção, da Secretária de Estado Segurança.

Em sua palestra, Cláudio falou sobre os conceitos ligados à orientação sexual e identidade de gênero, mostrou os direitos e conquistas da população LGBT e expôs os serviços oferecidos pelo estado do Rio para a proteção e a promoção dos direitos e da cidadania de gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais. Ao final da aula inaugural, o comandante Luís Otávio, agradeceu ao Programa Estadual Rio Sem Homofobia pela iniciativa: “todo esse conhecimento que foi passado é muito importante para o nós e, com certeza, ajudará muito no nosso dia-a-dia de trabalho. Só temos a agradecer ao Cláudio e à toda a sua equipe pela iniciativa”.

Para Cláudio Nascimento, esse é um plano de formação amplo, que deverá se desdobrar em outras ações: “essa aula inaugural abre um projeto mais amplo de formação de todo o 23° BPM e vai atingir cerca de 800 policiais, ou seja, 100% do efetivo. Esperamos que as informações transmitidas nessa palestra contribuam para o cotidiano de cada policial que está na rua. Além disso, nos colocamos à disposição para tirar as eventuais dúvidas, através dos nossos serviços – Disque Cidadania LGBT 0800 0234567 e Centros de Referência da Cidadania LGBT. Esse é um projeto inicial, que será o ponto de partida para uma série de ações de informação junto a esse público”.

Até o final de abril, 800 policiais que atuam na região serão capacitados em 10 encontros. Esse projeto é uma parceria entre a Superintendência de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, a Subsecretaria de Educação, Valorização e Prevenção, da Secretaria de Segurança, e o 23°BPM.

 

Informações para imprensa

Márcia Vilella | Felipe Martins | Natália Vitória

ASCOM SuperDir | SEASDH

(21) 2284-2475 | 8158-9692 | 7965-4313