Página inicial / notícias / leis e direitos / governo do rio de janeiro

Notícias

Publicado em 27/02/2013

Rio de Janeiro ganha segundo trailer para testagem de HIV e aconselhamento sobre o tema

A cidade do Rio de Janeiro ganhou, nesta quarta-feira, 27 de fevereiro, o segundo trailer do projeto Quero Fazer, que oferece serviço de aconselhamento e testagem dos vírus HIV. O lançamento foi realizado no auditório da Superintendência de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos, da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, que é parceira da ação.

O superintendente de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos e coordenador do Programa Estadual Rio Sem Homofobia, Cláudio Nascimento, comentou sobre o papel estratégico do Quero Fazer no enfrentamento ao vírus HIV.

"É um grande prazer fazer parte dessa parceria e receber esse evento. O Programa Estadual Rio Sem Homofobia tem como uma de suas diretrizes atuar na promoção da saúde da população LGBT e o projeto Quero Fazer é um importante componente no combate à Aids e à outras doenças sexualmente transmissíveis, no estado do Rio. A ideia é que o trailer atue em ação articulada com os Centros de Referencia da Cidadania LGBT e com o Disque Cidadania LGBT 0800 0234567, na busca pela melhoria da qualidade de vida da população LGBT em situação de vulnerabilidade social. Esse cruzamento entre a luta contra a homofobia e o enfrentamento ao vírus HIV é essencial para que possamos acabar com um estigma. Vida longa ao Quero Fazer!”.

“É uma satisfação poder estar junto nessa parceria, entendendo que um dos nossos objetivos, no que diz respeito à redução da discriminação e das desigualdades, é justamente dar atenção ao público que é discriminado, até mesmo na rede de saúde. Então, é um conjunto de fatores que nós estamos aqui buscando quebrar e essas parcerias são fundamentais para que consigamos ir além. Trata-se de uma ação transversal, em que estamos somando forças para que possamos vencer esses desafios, de levar essa estratégia de fazer o diagnóstico precoce, de identificar efetivamente quem está precisando de uma atenção e um cuidado especial. Eu vejo que essa estratégia complementar de irmos onde está o problema é fundamental para que possamos ter uma forma adequada para enfrentar esse problema. Nós vamos colocar todos os nossos esforços para que essa estratégia seja bem desenvolvida, para que possamos dar bons resultados no que diz respeito a produção das testagens necessárias e para que consigamos efetivamente identificar esse público, que é da nossa responsabilidade”, disse o secretário de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, Zaqueu Teixeira.

O trailer tem capacidade para atender de quarenta a setenta pessoas por dia e deve começar a funcionar a partir da próxima semana. Ele ficará em locais de grande circulação da cidade. O projeto tem como público-alvo prioritário gays, homens que fazem sexo com homens e travestis, mas atenderá também qualquer pessoa que queira fazer o teste. 

Também são parceiros do projeto a Secretaria de Saúde do Estado do Rio de Janeiro, através da Gerência Estadual de DST/AIDS, Sangue e Hemoderivados; e a Secretária Municipal de Saúde e Defesa Civil do Rio de Janeiro, através da Gerência Municipal de DST/AIDS.

O “Quero Fazer” conta com o financiamento da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) e parceria do Departamento de DST/Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde. A coordenação do Programa fica por conta da Associação Espaço de Prevenção e Atenção Humanizada – EPAH.

De acordo com o Ministério da Saúde, estima-se que atualmente haja 530 mil pessoas vivendo com HIV/AIDS no Brasil, sendo 432 mil entre 15 e 29 anos. Outras 255 mil são soropositivas sem saber.

 O primeiro ponto de aconselhamento e testagem do Rio de Janeiro funciona da sede do Grupo Arco-Íris desde 2011. O projeto está presente em outras três capitais brasileiras: São Paulo, Brasília e Recife.

 

Foto: Amanda Révész

 

Informações para imprensa

Márcia Vilella | Felipe Martins

ASCOM SuperDir | SEASDH

(21) 2284-2475 | 8158-9692 | 7965-4313