Página inicial / campanhas / rio sem homofobia

CampanhasCarnaval com direitos - 2012

Sobre a campanha

Um carnaval mais seguro, sem violência e com muita festa. Foi com esse objetivo que o programa estadual Rio Sem Homofobia, da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, realizou diversas ações educativas e preventivas durante o carnaval, somadas à estratégica parceria com a Secretaria de Estado de Segurança, que, no mesmo período, realizou uma operação batizada de “policiamento preventivo e diferenciado”.

A partir de um mapeamento realizado pelo programa estadual Rio Sem Homofobia que destaca as principais regiões de concentração da população LGBT durante o carnaval, a Secretaria de Estado de Segurança, através da Subsecretaria de Ensino e Programas de Prevenção, determinou reforço no efetivo e maior atenção da chefia operacional àquelas áreas. “O carnaval e o quantitativo de pessoas nas ruas por vezes torna o ambiente mais propício a situações de discriminação ou violência. Vamos atuar para evitar problemas dessa natureza e garantir o respeito à LGBTs, com policiais especialmente capacitados para essa ação” explicou a subsecretária, Juliana Barroso.

Materiais educativos de combate à homofobia e plantão de 24h no Disque Cidadania LGBT

A população fluminense também contou com o plantão de 24h ininterruptas do Disque Cidadania LGBT – 0800 023 4567 e o plantão do Centro de Referência da Capital (Praça Cristiano Otoni, s/n  - prédio da Central do Brasil, 7º andar) que contou com advogados, assistentes sociais e psicólogos de plantão no horário das 9h às 18h para dar suporte à comunidade LGBT em situação de discriminação ou em busca de informação.

 

“Também tivemos quatro pontos de distribuição de materiais educativos e informativos sobre segurança, saúde e prevenção, funcionando no Centro (2), Ipanema e Copacabana, além da atuação de 50 multiplicadores de informação para orientar a população LGBT com dicas sobre prevenção, saúde e direitos” explicou Cláudio Nascimento, coordenador do programa estadual Rio Sem Homofobia e superintendente de Direitos Individuais Coletivos e Difusos da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos.

 

Além dessas ações, as delegacias de atendimento ao turista e o batalhão de policiamento em áreas turísticas também receberam materiais educativos bilíngues. “Nessa campanha educativa, que incluiu panfletos, adesivos e ventarolas, banners e cartazes, adotamos o slogan – por trás da fantasia todo mundo é igual – para reforçar que todos os cidadãos e cidadãs do nosso estado, especialmente lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais, podem e devem aproveitar o carnaval com segurança e respeito” complementou Cláudio Nascimento.